Central de Atendimento

(51) 3228 2318

O ácido all-trans-retinoico (Atra), utilizado no tratamento de leucemia promielocítica aguda (LPA) desde a década de 80, pode passar a ser usado no tratamento do câncer de mama também. Segundo pesquisa realizada nos Estados Unidos e publicada na revista Nature Medicine, o Atra respondeu bem como inibidor da enzima Pin 1, que regula as proteínas responsáveis pela proliferação de diversos tipos de tumor.

Segundo estimativas do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o Brasil apresentou mais de 180 mil novos casos de câncer de pele em 2016. Não existe apenas um tipo de câncer de pele. Mas o melanoma, que representa 5% do total, é o mais perigoso, com maior índice de mortalidade.
O diagnóstico precoce é fundamental para evitar que o melanoma se espalhe

Please publish modules in offcanvas position.