Central de Atendimento

(51) 3228 2318

WhatsApp (51) 9 9870 5808

Exames patológicos e suas consequências

O diagnóstico de uma doença é um momento delicado tanto para o paciente quanto para o médico profissional. O procedimento é fundamental para a definição do tratamento mais adequado e, quando realizado de forma tardia, os riscos de disseminação da doença são maiores. 

No entanto, equívocos no procedimento representam aspectos críticos da assistência à saúde. De acordo com o relatório Melhorando o Diagnóstico na Assistência à Saúde - Improving Diagnosis in Health Care, do Instituto de Medicina norte-americano, adultos norte-americanos serão vítimas de ao menos um erro de diagnóstico ao longo da vida. Nos últimos anos, o número de queixas por erros diagnósticos contra do sistema de saúde do Reino Unido cresceu 22%. Médicos que trabalham sob pressão podem deixar passar informações valiosas durante a coleta dos dados clínicos. Por isso existem os modernos exames complementares, a fim de auxiliar a rápida definição dos diagnósticos, prognósticos e tratamentos.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) publicou a primeira edição da Lista de Exames In vitro Essenciais – World Health Organization Model List of Essential In Vitro Diagnostics, que destaca os exames que devem estar disponíveis em ambientes de assistência primária à saúde, hospitais e em laboratórios de referência.

Gastos com exames  são apenas de 1,4% (Alemanha) a 2,3% (Estados Unidos) do total do sistema de saúde. Estima-se que o laboratório clínico contribua com cerca de 70% das informações utilizadas por médicos em suas decisões. Além disso, uma meta-análise realizada durante um período de 15 anos revelou maior prevalência da subutilização (44,8%) do que superutilização (20%) de exames laboratoriais. Então, é preciso avaliar o valor e os benefícios trazidos por esses exames.

Ainda de acordo com a OMS, o laboratório clínico que realiza tais exames deve ser dotado de infraestrutura, estar integrado, conectado, deve possuir recursos humanos treinados e sistemas de garantia de qualidade implantados. No Brasil, o Programa de Acreditação de Laboratórios Clínicos (PALC) avalia a qualidade dos laboratórios clínicos brasileiros, a fim de assegurar a confiabilidade dos resultados e segurança dos pacientes.

Fonte: Sociedade Brasiliera de Patologia Clínica

Please publish modules in offcanvas position.