Central de Atendimento

(51) 3228 2318

WhatsApp (51) 9 9870 5808

Os cânceres mais comuns no Brasil

O diagnóstico de câncer é cada vez mais comum entre as pessoas. De forma silenciosa, a doença se instala no organismo e, se não tratada com muita antecedência, pode ser fatal. Infelizmnte, a tendência é de crescimento da doença e, em 2030, pode triplicar em novos casos.

Os dados são da IARC (International Agency Research in Cancer).

Conheça os tumores mais comuns e suas formas de prevenção

Câncer de Pele

Causa: a exposição em excesso ao sol, sem o uso de protetor solar, nos horários de 10h às 16h.

Sintomas: lesões de pele. Geralmente, surgem áreas pigmentadas no corpo (castanha, negra ou vermelha), crescendo com forma assimétrica.

Prevenção: autoexame frequentemente em frente ao espelho. Evitar tomar banho de sol nos horários inapropriados e a utilização do protetor solar diariamente.

Câncer de Colo Uterino

Causa: HPV, diversidade nos parceiros sexuais, falta de higiene íntima e cigarro.

Sintomas: são silenciosos, quase não se desconfia da doença. Quando aparecem, o tumor já está avançado. Podem ocorrer corrimento, hemorragia e dor.

Prevenção: a boa higiene íntima e o uso da camisinha são fatores fundamentais. Quem tem vida sexual ativa deve fazer o exame de Papanicolaou pelo menos uma vez ao ano.

Câncer de Cólon (Intestino)

Causas: não se sabe ao certo. A ingestão de muita gordura pode ser um dos fatores pincipais da doença.

Sintomas: também é silencioso. No auge da doença é possível sentir dor contínua na barriga, prisão de ventre ou diarreia e perda de sangue nas fezes.

Prevenção: um exame de pesquisa de sangue oculto nas fezes. A colonoscopia também é recomendável para homens e mulheres, a partir dos 50 anos.

Câncer de Mama

Causa: 10% passam de mãe para filha. Os outros 90% não se sabe a causa.

Sintomas: caroço duro, com aspecto grudado nos tecidos vizinhos e limite pouco preciso na mama. Às vezes, sangue eliminado pelo bico e muita dor.

Prevenção: o autoexame é fundamental. Durante o banho, 15 dias após menstruar, ensaboar a mama esquerda e tocá-la com a mão direita, em busca de algum carocinho, pressionando-a contra a costela. Depois, inverter o processo.

Depois disso, deitar e colocar a mão direita embaixo da cabeça e repetir o movimento: a mão esquerda toca a mama direita, e depois a mesma coisa com a mama esquerda.

Mulheres com mais de 40 anos devem realizar a mamografia uma vez por ano. Se descobrir um nódulo, procure imediatamente um mastologista ou ginecologista.

Câncer de Próstata

Causa: 10% hereditários e 90% sem causa definida.

Sintomas: silencioso. Quando provoca sinais está bastante adiantado e acabou comprometendo outras funções do corpo.

Prevenção: Após os 45 anos, o urologista deve ser consultado uma vez ao ano.

Please publish modules in offcanvas position.