Central de Atendimento

(51) 3228 2318

Miomas são comuns, mas devem ser investigados

Entre 40 e 55% das mulheres até os 50 anos desenvolvem miomas. O mais comum é que isso ocorra no útero, interna ou externamente, mas há casos em que a ocorrência é no aparelho genital.

Embora o mioma seja considerado um tumor, não significa que seja um tipo de câncer. É apenas uma nomenclatura. Entretanto, é sempre necessário investigar quando surge algum mioma. Muitas vezes, eles podem ser assintomáticos e só são detectados por meio de exame de imagem como a ultrassonografia. Quando a mulher entra na menopausa, os miomas uterinos podem diminuir de tamanho.

Os sintomas mais comuns provocados pelos miomas são: sangramento intenso, anemia, atraso no período menstrual e cólicas intensas. Nesses casos, é fundamental buscar orientação médica para tratar os miomas. O tratamento pode ser medicamentoso ou cirúrgico.

Outra consequência possível para a mulher que possui miomas é a infertilidade ou dificuldade em engravidar. Por isso, ainda que os miomas sejam assintomáticos, é preciso se consultar com um profissional da área que poderá determinar se os miomas estão causando algum problema que deva ser tratado.

Please publish modules in offcanvas position.