Central de Atendimento

(51) 3228 2318

Fumantes tem maior propensão a ter câncer de boca e garganta

A maior parte da população desconhece a frequência do câncer de boca e garganta no Brasil. Por ignorarem sintomas, perdem a chance de cura por falta de diagnóstico precoce.

Fumantes são mais propensos a desenvolverem este tipo de câncer que costuma dar vários sinais: dificuldade para mover a língua; dificuldade para mastigar ou engolir alimentos e líquidos; mau hálito permanente; ferida na boca que não se cicatriza; área vermelha ou esbranquiçada na região da boca; sensação de dor permanente; irritação ou sensação de que algo está preso na garganta; perda de peso; dormência na região; mudanças na voz; e nódulos ou ínguas duras aumentadas no pescoço podem ser sintomas de câncer.

É importante procurar atendimento médico urgente se algum dos sintomas mencionados surgir e permanecer por mais de duas semanas. Como a maioria dos tipos de câncer, o diagnóstico precoce faz toda a diferença no sucesso do tratamento.

O tabaco – sob suas várias formas: cigarro, cachimbo, charuto e fumo mascado – é a principal causa do câncer de boca e garganta. Se o fumante consome bebidas alcóolicas regularmente, as chances são ainda maiores de desenvolver a doença.

O diagnóstico precoce e o tratamento adequado permitem a cura de 80% dos casos de câncer de boca e garganta.

Please publish modules in offcanvas position.